OPTEL CONDUZ PROJETO PILOTO COM OS HOSPITAIS DA UNIVERSIDADE DE OXFORD

 

Cidade de Quebec, 24 de janeiro de 2018 – O Grupo OPTEL, fornecedor global de sistemas de rastreabilidade para as indústrias de dispositivos médicos, farmacêuticas e o setor de saúde, anunciou hoje que assinou um acordo para conduzir o projeto piloto da solução Certa nos Oxford University Hospitals (OUH – Hospitais da Universidade de Oxford) para capacitar a instituição de renome mundial a atuar de acordo com a Falsified Medicines Directive (FMD – Diretrizes para Medicamentos Falsificados) da União Europeia.

Essa legislação declara que, até 9 de fevereiro de 2019, os hospitais e farmácias de varejo europeus deverão verificar e decomissionar os medicamentos com prescrição médica usando o identificador único antes de distribui-los aos pacientes.

Esse projeto piloto é extremamente importante para o setor de saúde, pois ajudará a definir como as equipes de administração hospitalar podem usar essa exigência para melhorar a segurança do paciente. Além disso, será um exemplo concreto de como essa mudança legislativa afeta as operações da farmácia hospitalar e de como essas mudanças podem aperfeiçoar a eficiência operacional. “Essa é uma oportunidade imensa para modernizar processos e atingir a meta de gerenciamento de medicação “Closed-Loop”. É uma etapa importante para assegurar que cumprimos o WHO’s Third Global Patient Safety Challenge: Medication Without Harm (Terceiro desafio global de segurança d a OMS: medicamentos sem risco) e que é proporcionada aos pacientes a assistência mais segura possível”, declara o Dr. Bhulesh Vadher, diretor clínico de controle de farmácia e medicamentos do Oxford University Hospitals NHS Foundation Trust.

Bernard Naughton, farmacêutico clínico e pesquisador de medicamentos falsificados, concorda com essa perspectiva, acrescentando: “Há algumas ações diferentes que precisam ser organizadas para cumprir o prazo final de fevereiro de 2019 da FMD; entretanto, as soluções e processos para cumprimento da FMD resultarão em ótimos benefícios tanto em termos das operações de fluxo de trabalho quanto na segurança dos pacientes”.

O projeto baseia-se nos dados publicados recentemente por Naughton et al. na revista BMJ OPEN e é importante pois pode atuar como estudo de caso para ajudar a identificar, implementar e validar a forma mais eficaz para decomissionar o alto volume de medicamentos que entram e saem das farmácias hospitalares anualmente de forma segura e simples. “Legislações como essas representam um divisor de águas na indústria do atendimento à saúde e esse projeto pode ajudar a avaliar a adoção pelos usuários edeterminar as melhores práticas para conformidade em cenários do mundo real”, cita Korina Fischer, vice-presidente, setor de saúde, do grupo OPTEL. “Estamos extremamente agradecidos e honrados que o Oxford University Hospitals, um dos melhores hospitais de pesquisa do mundo, tenham optado por colaborar com a OPTEL e aguardamos ansiosamente para trabalhar com eles”, conclui Korina Fischer.

Para obter mais informações sobre o novo projeto da OPTEL, visite www.optelhealthcare.com.

 

Sobre o GRUPO OPTEL

Agora uma organização com certificação B, o OPTEL é um importante fornecedor multinacional de sistemas de rastreabilidade e sua missão é usar tecnologias inovadoras para criar um mundo melhor. As renomadas soluções da empresa assegurar a qualidade dos produtos para a saúde e ajudam a interromper a falsificação de produtos farmacêuticos e dispositivos médicos em todo o mundo. O OPTEL está, também, adaptando suas tecnologias para criar eficiências em diversos outros setores ─ de indústrias voltadas para a saúde a fabricação inteligente e muito mais, que podem se beneficiar da rastreabilidade global. A qualificação da OPTEL permitirá que indústrias diversas meçam, inspecionem, controlem e rastreiem uma diversidade de elementos para melhorar a qualidade e fazer um uso melhor dos recursos. Para obter mais informações, visite www.optelgroup.com.

 

Sobre Oxford University Hospitals NHS Foundation Trust (OUH)

Oxford University Hospitals NHS Foundation Trust (OUH)é um dos maiores e brilhantes órgão de ensino do Reino Unido, com reputação nacional e internacional pela excelência na prestação de serviços e pelo papel no atendimento de pacientes, ensino e pesquisa. O Trust apóia programas líderes mundiais de pesquisa em doenças cardiovasculares, transtornos musculoesqueléticos, transtornos neurológicos, com doença de Parkinson e doença de Alzheimer, por meio da designação como um dos cinco centros médicos mais abrangentes do Reino Unido. Trabalha em estreita parceria com a Universidade de Oxford e é um centro importante nos campos de câncer, neurociência, diabetes, genética e muitos outros. As áreas de pesquisa particularmente fortes são: câncer, ciência cardiovascular, diabetes, endocrinologia e metabolismo, infecção e imunologia, ciência musculoesquelética, neurociência e reprodução e desenvolvimento É a reunião da especialização em pesquisa acadêmica com equipes clínicas para transferir a ciência médica para melhores tratamentos em assistência à saúde. Nossos pacientes se beneficiam de inovação e descobertas de classe internacional, apoiadas pelo Centro de Pesquisa Biomédica NIHR Oxford , uma parceria entre o Trust e a Universidade de Oxford, financiados pelo National Institute for Health Research. O Trust emprega mais de 12.000 pessoas e é constituído por quatro hospitais: Churchill Hospital, John Radcliffe Hospital e Nuffield Orthopaedic Centre em Oxford e o Horton General Hospital em Banbury. Em 1 de outubro de 2015, o Trust recebeu o status de Foundation e se tornou o Oxford University Hospitals NHS Foundation Trust. www.ouh.nhs.uk

 

Contatos:

Korina Fischer, vice-presidente, setor de saúde, OPTEL
Tel.: 418 688-0334, ramal 6520
korina.fischer@optelgroup.com

Ken Fallu, diretor de marketing, OPTEL
Tel.: 418 688-0334, ramal 6113
ken.fallu@optelgroup.com